Skate esporte radical

Modalidades Do Skate
Street: modalidade mais comum praticada no Brasil, baseia-se em obstáculos encontrados na rua, tais como bordas, corrimões, paredes inclinadas, saltar gaps e escadarias. Também pode ser praticado em pistas com obstáculos que simulam situações encontradas na rua.





Em campeonatos dessa modalidade o skatista tem em média um minuto para se apresentar em uma área de competição que geralmente imita elementos da arquitetura das cidades.



Freestyte: modalidade praticada no solo onde o skatista apresenta várias manobras em sequência, geralmente no chão (concreto liso) em um tempo pré-estipulado. As manobras no freestyle são muito técnicas, sejam de wellie (equilíbrio) ou com o skate girando nos pés (manobras rolantes).

High Jump: o skatista salta passando por cima do obstáculo (geralmente uma vara de marcação).

Slalon: modalidade que utiliza um skate mais estreito e menor .O skatista faz zigue-zague entre cones em um determinado circuito sendo o mais rápido não podendo derrubar os obstáculos.

Big Air: é a mais recente modalidade de skate criada. O skatista desce de uma rampa em alta velocidade, realiza uma manobra e desce em outra rampa.

Overal: é um termo utilizado onde skatistas praticam mais que três modalidades no skate.

Mountainboard: modalidade que usa um skate diferente que o convencional, adaptado para ser utilizado em qualquer tipo de terreno, principalmente para andar na terra e grama bem como descer barrancos.
Os skates tem mais de 40 polegadas, eixos mais largos e rodas grandes em formato de pneu.

Fingerboard (Skate de dedo): conhecido internacionalmente como Fingerboard. Uma réplica do skate com 10 centímetros de comprimento. O Fingerboard foi inventado nos Estados Unidos no final dos anos 80, por skatistas da terra do Tio Sam.
É formado de shape, roda, truck, lixa e parafusos, tudo em miniatura do tamanho de um chaveiro, com todos os itens de um skate normal, capaz até de trocar rodas, shapes e trucks.



0 Response to "Skate esporte radical"

Postar um comentário