Pesquisar

17/10/2012

Amantes do esporte motocross

O Motocross (frequentemente encurtado para (MX) ou MotoX) é uma modalidade desportiva de motovelocidade, praticada sobre motocicletas de estilo off-road, são várias as categorias do Motocross.











As Competições de motocross são geralmente realizadas em pistas fechadas com distâncias que podem chegar a 1,5 km, essas pistas incorporam características naturais do terreno com quantidades variadas de saltos, costelas (aequencia de lombadas e pequenos morros) e curvas. No Supercross a distância dos saltos é maior que as de pista de motocross.



As corridas de motocross ocorrem tradicionalmente em terreno molhado. As provas são divididas em varias categorias, onde grosseiramente podemos dizer que são amadores e profissionais, nas provas realizadas pelos profissionais as baterias podem durar ate 20 minutos, nas baterias amadoras 10 minutos. A sinalização em uma prova de motocross ocorre geralmente por placas ou bandeiras, cada cor de bandeira tem um significado:
- Bandeira xadrez (ou quadriculada): Fim de prova;
- Bandeira amarela: Perigo logo a frente. Proibido ultrapassar. Reduza a velocidade;
- Bandeira listrada em amarelo e vermelho: Proibido ultrapassar e saltar. Reduza a velocidade. Acidente particularmente grave;
- Bandeira azul: Dê passagem (o retardatário) a uma moto mais veloz que quer ultrapassar;
- Bandeira verde: Pista livre para iniciar processo de largada;
- Bandeira vermelha: Corrida paralisada devido a problemas meteorológicos ou acidentes particularmente graves impossibilitando a continuação da corrida;
- Bandeira preta: Desclassificação do piloto ao qual foi indicada;
- Bandeira branca com cruz vermelha: Equipe medica na pista;
- Placa Stop and Go: Sera indicado na placa o numeral e o tempo de penalização em segundos do piloto a ser cumprido no pit-lane.

As corridas de motocross são ricas em imagens, o esforço dos pilotos em ultrapassar seus limites e de suas motos, em cada curva aumentando a velocidade e em cada salto adquirindo mais altura, faz desse esporte uma imã para quem assiste e não deseja perder uma imagem.



O esporte tem evoluído muito na década de 1990, recentemente mesmo ainda sendo um esporte de alto custo, mas as facilidades que vem se encontrando recentemente para aquisição de motos e pistas para treinamento. As motos de entrada para o esporte, que inicialmente as crianças iniciam acima de sete anos de idade, são as motos 50cc.

Existem diversas motos fabricadas exclusivas para as competições de motocross, possuem geometria e suspensões especiais para resistir às imperfeições do terreno, os pneus usados têm forma diferenciada para poderem aumentar a tração das motos nos terrenos molhados e gradeados. Os motores podem variar de 2T e 4T, os motores 2T foram muito utilizados algumas décadas atrás devido a facilidade de manutenção e pouca técnologia existente na época, ofereciam alto torque em baixa e media rotação, os motores 4T mais modernos e usados recentemente possuem alta técnologia, são projetados para oferecer a máxima potência possível que ele pode oferecer, possuem ampla faixa de torque em média e alta rotação.

As máquinas de solo têm os motores variando entre 50cc a 550cc. Nos anos adiantados dos motocross, a classe 500cc foi considerada a divisão do premier. Entretanto, enquanto a tecnologia progrediu, as bicicletas abertas da classe tornaram-se mais poderosas e poucos pilotos podiam montá-las em seus limites. As motos 250cc tornaram-se também mais rápidas com técnologia mais nova e foram-se mais popularizadas, eventualmente superando as motos 500cc e transformaram-se na classe de maior competitividade.
A distinção a mais comum entre máquinas dos motocross é sobre os motores, se é dois tempos ou quatro tempos (four-stroke). Originalmente (década de 1960) todas as motos eram quatro tempos, porém o motor de dois tempos evoluiu, tornado-se mais popular na década de 1970 até 2000. O motor do dois tempo produz mais explosão do que um motor quatro tempos da mesma cilindrada, porém o combústível é misturado com o óleo dois tempos. Quatro tempos continua a ser atualmente a melhor escolha, parcialmente no MX3. Devido à legislação ambiental uma geração nova de four-stroke foi introduzida na década de 1990s com a Yamaha YZ400. O esporte tinha adotado pela maior parte do tempo o quatro tempos no lugar de dois tempos, embora fosse usado ainda extensivamente e construído ainda por fabricantes. Estes esforço entre dois e quatro tempos despertaram tensões entre os fabricantes, com muitas rivalidades entre competidores como para provarem quais os melhores.





Novidades

Produtos em destaque no site

Veja nossas sugestões de produtos