Viagens refrescantes próximos a São Paulo

Viagens refrescantes próximos a São Paulo para quem não dispensa a combinação sol e mar ou para aqueles que preferem se refrescar em uma cachoeira.











Brotas

Considerada a capital paulista do turismo de aventura, Brotas reúne atividades como tirolesa, canoagem, arvorismo, rafting, boia-cross, trilhas, rapel e canyoning. Um dos programas mais clássicos é o rafting pelo Rio Jacaré-Pepira, onde botes infláveis descem corredeiras de níveis 3 e 4.A cachoeira Três Quedas e os parques Aventurah e Eco-Parque também contam com boa infraestrutura para passar o dia em família.

Distância: 250 quilômetros
Tempo médio de viagem: 3 horas


Ilha do Cardoso

Ideal para quem busca isolamento e contato com a natureza, a ilha é repleta de praias desertas, cachoeiras e trilhas pela Mata Atlântica. Os aventureiros podem encarar o trekking até as piscinas naturais da Lage, uma das trilhas mais longas, com 12,5 quilômetros, que tem duração de oito horas (ida e volta).

Distância: 308 quilômetros
Tempo médio de viagem: 5 horas até Cananeia, mais 3 horas de travessia de escuna ou 50 minutos de lancha


Ilhabela

Aqui, só fica entediado quem quer. São 40 praias, diversas trilhas e cachoeiras, o que torna um destino ideal para casais, família e esportistas.A praia de Castelhanos é a estrela da ilha: tem longa faixa de areia, com quase 2 quilômetros de extensão, e mar de águas claras, bom para surfar.Se a ideia é se refrescar numa deliciosa cachoeira, as sugestões são a da Lage, com poços para banho e um tobogã natural de 30 metros, e a da Toca, que conta com um tobogã de pedra de 50 metros de extensão, uma ducha de três metros de altura, uma piscina rasa e uma gruta que dá nome ao local. No verão, há tirolesa, arvorismo, rapel e escalada.

Distância: 213 quilômetros
Tempo médio de viagem: 3 horas


Paraty

Além das ruelas de pedra, dos ateliês, dos casarões do Centro Histórico, das igrejas e dos charmosos cafés e restaurantes, a região foi agraciada com praias lindas, como a do Sono e Antiguinhos. Uma boa maneira de conhecer a baía é fazendo um passeio de barco, que explora pontos como o Saco do Mamanguá e Cajaíba, bons para a prática de mergulho.

Distância: 307 quilômetros
Tempo médio da viagem: 4 horas


Peruíbe

Nem todo mundo sabe, mas Peruíbe tem praias belas como as do badalado Litoral Norte, com a vantagem de ficarem mais perto da capital e serem mais tranquilas.Após o Morro do Guaraú há ruas de terra, enseadas limpas, cachoeiras (das Antas e as Corredeiras do Paraíso) e muita Mata Atlântica, cenários que podem ser explorados em passeios ecológicos. Algumas praias da Estação da Jureia são fechadas ao público, mas Barra do Una e Caramborê, por exemplo, valem cada metro da precária estrada que dá acesso a elas. Uma boa ideia é alugar uma canoa que leva à Cachoeira Escondida e ao Ribeirão Guaraú.

Distância: 141 quilômetros
Tempo médio de viagem: 2 horas


São Sebastião

Com 100 quilômetros de orla rodeada por Mata Atlântica, é o trecho mais badalado do litoral paulista. Camburi, Juqueí, Baleia (foto) e Maresias são as estrelas daqui, mas há outras também belíssimas, como Barra do Una, Barra do Saí, Paúba e Toque-Toque.

Distância: 206 quilômetros
Tempo médio de viagem: 2h30


Guarujá

A proximidade com São Paulo, aliada a uma das melhores infraestruturas do litoral paulista, mantém o Guarujá sempre na mira de turistas. Pitangueiras e Enseada são as praias mais famosas e, portanto, lotam no verão. Quem busca sossego há trechos preservados, com acesso por trilhas, por exemplo, do Éden (foto), do Pinheiro, do Camburi, Preta e Branca.Vai viajar com as crianças? Não deixe de visitar o parque temático Acqua Mundo, que reúne cerca de 5 mil animais de 200 espécies. Os mais corajosos podem até agendar um mergulho com tubarões (a partir de 10 anos). Nos fins de semana há recreação e um cinema 3D, com sessões a cada 15 minutos.

Distância: 86 quilômetros
Tempo médio de viagem: 1 hora


Socorro

A cidade, que disputa com Brotas o título de “capital dos esportes de aventura”, se destaca pela preocupação com acessibilidade. Hotéis, parques e ruas foram pensados para todos se divertirem, incluindo pessoas com mobilidade reduzida.Para quem nunca se lançou no rafting, aqui é o lugar ideal para debutar no esporte: há corredeiras suaves para iniciantes.

Distância: 138 quilômetros
Tempo médio de viagem: 1h30


Ubatuba

Boa parte de suas praias, distribuídas em quase 100 quilômetros de orla, permanece intocada, e 80% de sua Mata Atlântica segue preservada. Some isso a um mar esverdeado e um centrinho badalado, repleto de restaurantes, lojas e comidinhas, para ter ideia do sucesso que Ubatuba faz.Na área central da cidade, dois programas ótimos para fazer com crianças: o projeto Tamar, com quatro espécies de tartarugas marinhas que vivem no litoral do país, e o Aquário, com cerca de 150 espécies de animais.

Distância: 234 quilômetros
Tempo médio de viagem: 3 horas


Visconde de Mauá

Este trecho da Serra da Mantiqueira, dividido em três núcleos (Visconde de Mauá, Maromba e Maringá), tem a combinação perfeita para um fim de semana ou feriado: hospedagem em um chalé de estilo alpino, uma refeição estrelada e um banho de cachoeira.Se você tiver espírito aventureiro, aposte nos trekkings, rapel e boia cross, com vistas espetaculares para os vales da região.

Distância: 311 quilômetros
Tempo médio de viagem: 4 horas

Segundo o site viajeaqui

0 Response to "Viagens refrescantes próximos a São Paulo"

Postar um comentário