Letícia Spiller está fazendo sucesso na novela Salve Jorge

Ela cresceu e amadureceu em frente às câmeras e, agora, chega aos 40 anos mais bonita, radiante e cheia de planos. No ar em Salve Jorge, Letícia Spiller quer engravidar pela terceira vez, investir no lado cantora, escrever roteiros e produzir filmes para viver os personagens com que sempre sonhou. Intensos, poéticos e dramáticos, do jeito que ela gosta.









Letícia Spiller já escolheu seu vestido de noiva. Não, não, ela ainda não tem planos concretos de oficializar a união de quatro anos com o diretor de fotografia Lucas Loureiro. Mas, tão logo se avistou no espelho a bordo do modelo de renda assinado por Gloria Coelho, que usa na abertura desta reportagem, a atriz carioca embarcou no mais romântico dos sonhos. "Quero casar dessa forma!" Feminina, delicada e, ao mesmo tempo, forte e cheia de personalidade. Qualquer semelhança não é mera coincidência. A descrição da peça diz muito sobre Letícia. Prestes a completar 40 anos - ela planeja uma megafesta de aniversário para junho -, é uma mulher serena e sem estrelismos, que prefere se focar na qualidade do trabalho a se entregar às vaidades típicas de quem vive sob os holofotes. Ainda assim, os looks e as madeixas loiras de Antonia, sua personagem em Salve Jorge, da Rede Globo, fazem o maior sucesso entre as telespectadoras. Ela mesma decidiu por conta própria deixar os fios mais longos e descoloridos para a novela (as luzes são obra do cabeleireiro Anderson Couto, cujo salão, em Botafogo, Letícia frequenta há anos). "Apareci desse jeito e a direção aprovou", conta. "Usei cabelo curto por anos e agora estou me sentindo mais feminina."

O público concorda. Desde os primeiros capítulos da trama, não há quem não comente o quanto Letícia anda radiante, transbordando brilho e beleza na TV. Ela dá todos os créditos por isso a Stella, sua filha de 2 anos, do relacionamento com Lucas. "A maternidade me deixou mais completa e inteira." Receber elogios é bom e Letícia gosta, claro. Mas, fora os filhos (ela também é mãe de Pedro, 16 anos, do casamento com o ator Marcello Novaes), nenhum assunto faz seus olhos brilharem tanto quanto o trabalho. Na história de Gloria Perez, além de ser usada como laranja por uma quadrilha internacional de tráfico de pessoas, a personagem de Letícia levanta a importante questão da alienação parental, termo usado para designar o comportamento de pais separados que envolvem os filhos na discussão. A sintonia com Caco Ciocler, seu companheiro de briga, ou melhor, de cena, é total. "Letícia tem humor e a tranquilidade de quem não precisa e nem quer provar mais nada a ninguém", afirma ele. "Trata-se de uma atriz de jogo, de olho no olho. E não é qualquer olhar o olhar de Letícia." A atriz conhece bem o poder de seus olhos azuis desde muito nova. Acredite: em 2013 ela completa 25 anos de carreira. Debutou na TV aos 15, como paquita da Xuxa, e aos 21 estourou como atriz ao dar vida à manicure Babalu, na novela Quatro por Quatro. Ainda fez sucesso como a vilã de cabelos pretos Maria Regina, em Suave Veneno, e deslanchou no teatro e no cinema. Ela cresceu em frente às câmeras, mas sempre conseguiu se reinventar. Seu próximo passo é dedicar-se à produtora Paisagem Filmes, que montou em sociedade com amigos, para fazer as peças e os filmes "em que realmente acredita". O primeiro longa produzido pela atriz começa a ser rodado em maio. Trata-se da comédia O Casamento de Gorete, em que fará uma pequena participação como uma drag queen cibernética. "Quero fazer trabalhos cada vez mais desafiadores", diz.


A julgar pela animação de Letícia, muitos vêm por aí. Sobre eles, maternidade (ah, sim, ela quer ter mais um filho!) e boa forma, a estrela fala na entrevista a seguir.

Por que você decidiu abrir a sua própria produtora?
Eu me juntei a amigos de teatro e cinema que desejavam fazer coisas bem diferentes. Queremos ajudar a transformar a sociedade e causar a reflexão por meio do universo artístico. Resolvi investir no que realmente acredito. Além de O Casamento de Gorete, eu já comecei a estudar um roteiro mais denso, em parceria com o disque-denúncia. Será um filme mais pesado sobre a violência e a realidade brasileiras. Poderei mostrar o meu lado dramático e visceral. Nas novelas, não tenho tantas opções. Nos meus projetos, poderei criar, pesquisar e me aprofundar.

Em Salve Jorge, sua personagem tem vivido momentos bastante tensos, não?
Sim, por isso estou curtindo muito. Vinha fazendo papéis mais leves e sentia falta de algo dramático. A Antonia me trouxe essa possibilidade novamente. Fico feliz de abordar a questão da alienação parental e quem sabe colaborar de alguma forma. Separação tumultuada é uma pena. Já vi acontecer com pessoas muito próximas.

Como é sua relação com o seu ex-marido, Marcello Novaes?
Eu vivo o oposto. O desafio da profissão é viver experiências diferentes das minhas. Eu e o Marcello somos amigos, nos ajudamos e sempre fizemos questão de não brigar na frente do Pedro. Nós nos separamos quando ele tinha apenas 3 anos e nunca tivemos data para visita, por exemplo. É tudo mais aberto.

Como é criar um adolescente de 16 anos e um bebê de 2?
Como mãe, sou tranquila até demais. Só quero curtir a Stella. Meu marido, pai de primeira viagem, é muito mais preocupado e disciplinado do que eu. Mas concordo que não podemos mimá-la demais. O Pedro é padrinho da irmã e ajuda a cuidar dela.

Todos estão comentando que você está ainda mais bonita. Também se vê assim?
Olha, eu me acho bem melhor hoje do que quando tinha 20 anos. A nova maternidade me trouxe uma beleza diferente. Desde que Stella nasceu, eu me sinto mais inteira e completa. Achei que seria justamente o contrário por causa dos hormônios e da idade. Porém fiquei melhor do que nunca. Curti até mais essa gravidez. Estou madura e sei como cada etapa passa rápido. Engordei pouco, trabalhei até o último dia, tive parto natural... Por isso estou tão bem.

Como mantém a forma?
Procuro me alimentar de maneira saudável. Recentemente, fiz um detox para experimentar e achei muito bom. Passei uma semana sem comer carne, glúten, sal e mantive algumas ideias da dieta no meu dia a dia. Todas as manhãs, tomo um suco verde, que é uma delícia e me dá muita energia. Procuro me alimentar de três em três horas e sempre levo meu almoço em uma marmita para o Projac. Geralmente, salada, que eu amo, e peixe ou frango sem hormônios. Quase não como carne vermelha e priorizo vegetais orgânicos e produtos integrais.

Não sofre com o efeito sanfona?
Venho mantendo o mesmo peso, 60 kg, há anos. Fico inchada apenas na fase pré-menstrual e, por isso, quando tenho tempo, faço drenagem linfática e enema, uma lavagem intestinal indicada para a desintoxicação.

Já fez plástica ou colocou toxina botulínica?
Considero botar silicone, mas pouquíssimo. Gosto dos meus seios mais quando estou na TPM. E já coloquei um pouquinho de Botox debaixo das sobrancelhas, só para abrir um pouco o olhar. É uma coisa mínima, um detalhe. Sou totalmente contra mudar a fisionomia. Já vi gente ficar igual ao Spock, do Star Trek, e morro de medo. Tem atriz mais nova do que eu que perdeu a expressão porque exagerou no Botox acima da boca.

Considera-se muito vaidosa?
Já relaxei muito e agora preciso ter cuidados dobrados para não ficar com manchas de sol e marcas de expressão. Uso filtro solar fator 60 e o creme anti-idade Redermic C, ambos da La Roche-Posay, e um corretivo com tratamento, da Sisley.

Quais exercícios você pratica?
Todas as manhãs, durante 20 minutos, realizo os ritos tibetanos, que são cinco posturas inspiradas nos movimentos da ioga. O ritual dá uma acelerada no metabolismo e faz com que eu me sinta mais disposta. O ideal é praticar depois do banho para que a energia gerada durante o movimento não se dissipe. Também vou à academia duas vezes por semana para fazer musculação com meu personal. Recentemente, ele me passou uma série de resistência na areia da praia que adorei. De aeróbico, faço meia hora de transport ou spinning. Mas gosto mesmo de dançar. É o que me traz mais prazer. Tento ir ao balé pelo menos uma vez por semana.

Além de dançar, você também canta. Pretende investir mais nesse lado?
Sempre cantei, mas gostaria de ter mais técnica e fazer algumas aulas. Em 2011, participei do musical Outside, inspirado na obra de David Bowie, e curti muito a experiência. Pesquisei a fundo a obra dele durante meses e ensaiei até poucos dias antes de dar à luz. Além de atuar, dançar e cantar, também adoro escrever. Quero cada vez mais fazer roteiros de cinema em parceria com amigos. Preciso aproveitar enquanto tenho energia!

Trata-se de uma maneira de se reinventar, já que você completa 25 anos de carreira agora, em 2013?
É uma forma de fazer as coisas de que gosto. Na verdade, são até mais de 25 anos. Na Wikipedia, está escrito que comecei como paquita, em 1988. Mas já fazia teatro antes. Mesmo quando estava no Xou da Xuxa, frequentava o curso do Tablado. O teatro sempre foi minha paixão.

Você se arrepende de ter sido paquita?
Não. Aquele era um emprego como outro qualquer. Se não fosse isso, trabalharia em loja como vendedora. Desejava ter uma renda e ser independente desde muito cedo. Tenho orgulho da minha trajetória. Por isso, em junho, vou fazer uma superfesta para comemorar não só meu aniversário de 40 anos mas também meus 25 anos de carreira e o lançamento do primeiro longa-metragem que produzi.

Como foi crescer aos olhos do público?
Eu me acostumei a isso. Fora que a experiência que tive com a Xuxa não tem comparação com nada que passei depois. Fazíamos shows para 60 mil pessoas. Era tudo mega, um esquema de segurança enorme. Perto da vida dela, a minha foi sempre tranquilíssima. Meu trabalho depende do público e do carinho das pessoas. Foi uma escolha minha e aprendi a lidar com ela da melhor maneira possível.

A proximidade dos 40 anos tem mexido com voce?̂
Os 40 são o auge da vida da mulher. Minha hora é agora! Quero correr atrás dos personagens que tenho vontade de fazer, produzir meus filmes, cuidar dos meus dois filhos e começar a planejar o terceiro.

Naturalmente em forma

Nada de remédios, radicalismos e dietas milagrosas. Levar uma vida saudável é o maior dos trunfos de Letícia. Confira quatro segredos dela.

1. Água morna e limão. Por recomendação da nutricionista Andréa Henrique, do Rio de Janeiro, especialista em desintoxicação alimentar, Letícia adotou o hábito de tomar água morna com limão todos os dias, logo que acorda, em jejum.

2. Suco verde. Feita com maçã, alface, couve, inhame, cenoura e gengibre, a bebida integra o café da manhã diário da atriz. Na mesma refeição, ela também inclui meio mamão com granola sem glúten.

3. Caldo de rã. Parece estranho, mas Letícia garante que o prato auxilia nas funções respiratórias e aumenta a imunidade. "É muito bom. Dou rã até às crianças."

4. Ginástica na praia. Recentemente, ela começou a realizar um treino funcional que usa a areia para criar resistência, elaborado por seu personal trainer, Bruno Brandão.

Segundo o site revistaestilo
Fotos J.R. DURAN 

1 Response to "Letícia Spiller está fazendo sucesso na novela Salve Jorge "

  1. Para uma ex-paquita: Pituxa Pastel, que ninguém dava nada como atriz, até que ela está saindo bem. Lembro-me dela como Giovanna Berdinazzi, papel que lhe deu Prêmio Contigo de melhor par romântico (com Leonardo Brício).

    ResponderExcluir

Produtos em destaque no site

Promoções imperdíveis!