Pesquisar

23/06/2013

Conheça os cientistas mais malucos da História

Você provavelmente já ouviu falar deles, mas talvez não saiba as esquisitices que esses sujeitos faziam em seu tempo livre. Mas quais érão os caras mais estranhos de todos os tempos e que deram grandes contribuições à humanidade?









O site Live Science fez uma lista com alguns desses grandes nomes e suas esquisitices.

Albert Einstein

Não tem como não citar o pai da Física e seus cabelos bagunçados. Responsável pelos estudos que envolvem a famosa Teoria da Relatividade e a Física Quântica, Einstein era o tipo de pessoa que gostava de velejar em dias sem vento, segundo ele, “só pelo desafio”.

Leonardo da Vinci

Famoso por seus estudos em anatomia, mas principalmente por suas obras renascentistas, Da Vinci ainda encontrava tempo e espaço para exercer suas excentricidades malucas como esboçar livros em escrita reversa, que é a maneira como você escreve em um papel quando quer que ele seja lido diante do espelho.

Nikola Tesla

O cientista conhecido por suas descobertas no campo do eletromagnetismo e da eletricidade nasceu durante uma forte tempestade com muitos trovões em 1856. Tesla foi conhecido por dormir muito pouco e pelo imenso prazer que sentia em se apresentar em público, inclusive usando o próprio corpo como condutor elétrico.

James Lovelock

Esse cara conseguiu criar uma explicação diferente para a existência e o funcionamento do nosso planeta por meio da hipótese de Gaia, que estuda a Terra como um superorganismo. Lovelock é também ambientalista e defende a ideia de que o mundo vai perder 80% da sua população até 2100. Muitas de suas previsões climáticas aconteceram, de fato, nos últimos anos.

Jack Parsons

Esse pesquisador pioneiro em questões relacionadas a combustíveis era também praticante de magia e se autodefinia como o anticristo. Apesar de não ser escolarizado, Parsons pretendia criar o combustível ideal para ser usado em foguetes espaciais e em aeronaves superpoderosas do exército norte-americano durante a Segunda Guerra Mundial. Ironicamente, ele morreu em uma explosão enquanto fazia um experimento, em 1952.

Richard Feynman

Este físico pioneiro nos estudos da eletrodinâmica quântica e ganhador do Nobel da Física em 1965 era, além de genial, uma pessoa com passatempos inusitados. Ele chegou a decorar todos os hieróglifos maias, e era adepto de uma prática estranha de abrir cadeados e fechaduras sem usar chave, só por diversão.

Freeman Dyson

O físico nuclear e escritor de ficção científica Freeman Dyson acreditava em vida extraterrestre e defendia a ideia de que o mundo, futuramente, seria obrigado a criar uma espécie de redoma em torno de todo o Sistema Solar para poder aproveitar melhor e ao máximo a energia vinda do Sol. Será?

Segundo os sites Lives Cience, megacurioso
Fotos Reprodução/FXP, Sentientdevelopments, Deskarati, Thelema, Ecolo, Nadlanu, AhDuvido

Produtos em destaque no site

Veja nossas sugestões de produtos