Pesquisar

02/12/2014

Netbook, eletrônico e tecnologia que morreram cedo demais

Netbook, eletrônico e tecnologia que morreram cedo demais
Ótimos conceitos fariam dos netbooks uma grande ferramenta para o mercado internacional, mas a execução não condizia com essas expectativas.

Notebooks muito mais portáteis do que os modelos que eram vendidos na época. Assim eram os primeiros netbooks — aqueles computadores portáteis com cerca de 10 polegadas e que fizeram relativo sucesso na metade da década passada. O principal trunfo dos aparelhos estava na economia oferecida, uma vez que eles eram muito mais baratos do que os principais laptops.
Netbook, eletrônico e tecnologia que morreram cedo demais

Mas isso também foi a sua ruína. Para baratear cada vez mais os custos, muitos netbooks passaram a oferecer hardware de qualidade duvidosa, tendo poucos recursos para a grande maioria das funções que os consumidores precisavam. O resultado disso estava em máquinas pesadas, lentas e que dificilmente substituiriam computadores que custavam um pouco mais que eles.

Ótimos conceitos fariam dos netbooks uma grande ferramenta para o mercado internacional, mas a execução não condizia com essas expectativas. A chegada dos primeiros tablets com impacto comercial, em 2010, ajudou a enterrar o netbook. Hoje, os consumidores preferem anexar teclados a seus tablets a utilizarem qualquer outro notebook de baixa qualidade ou desempenho insuficiente.























Fonte: tecmundo Fotos: Divulgação

Novidades

Produtos em destaque no site

Veja nossas sugestões de produtos