Histórias assustadoras que vão te dar medo de dormir sozinho

 Piranha gigante   Histórias sombrias



A semana começou com a chocante notícia de que duas meninas de 12 anos teriam tentado assassinar uma terceira, nos EUA. O crime, que já surpreende pela idade das envolvidas, ganhou ainda mais destaque na mídia pela motivação: a dupla de garotas tentou matar a colega como forma de demonstrar devoção ao Slender Man, criatura lendária representada pela figura de um homem alto, magro, sem rosto e de braços longos.
Conheça as histórias mais assustadoras da internet
No entanto, essa horrenda criatura não é real. Ela faz parte de uma história de terror criada e propagada pela internet – e, no caso, popularizada por meio de montagens, vídeos, games e narrativas envolvendo o personagem. E a lenda do Slender está longe de ser a única criação da web. Ela faz parte de um gênero de contos chamados de Creepypasta, compartilhados por internautas em fóruns e sites como Reddit e 4Chan – e, por vezes, espalhados de forma viral.

Slender Man
Conheça as histórias mais assustadoras da internet
Representando pela figura de um homem alto, magro, de terno, sem rosto e com braços longos que viram tentáculos, o Slender Man é provavelmente a lenda de internet que mais ganhou popularidade. De acordo com a enciclopédia de virais Know Your Meme, o nome do mito apareceu pela primeira vez em uma espécie de concurso de montagens organizado pelo site Something Awful em 2009. As duas imagens mostravam grupos de crianças brincando ou correndo, com a criatura aparecendo discretamente ao fundo.
A figura por si só já dá arrepios, mas é o que ele faz que mais provoca medo: as descrições variam de história para história, mas a mais conhecida traz um Slender Man capaz de se teletransportar, de forma que ele sempre aos poucos para a pessoa que resolveu “importunar”. Esse comportamento é mostrado na websérie “Marble Hornets”, uma das que mais colaborou para o surto inicial de popularidade da lenda. As aparições são repetidas pela criatura diversas vezes, acabando aos poucos com a sanidade da vítima – e depois com a vida.

A morte do Lula Molusco
Conheça as histórias mais assustadoras da internet
As histórias de terror espalhadas pela web aproveitam com frequência desenhos animados. Além de Pokémon, Bob Esponja foi envolvido – ou, mais especificamente, o Lula Molusco. A história é contada por um suposto “ex-estagiário” da Nickelodeon, que trabalhou nos estúdios por um ano em 2005 e, como parte do trabalho, tinha que assistir aos episódios do desenho junto de um colega antes de eles irem ao ar.
Segundo a narrativa, um dos capítulos que os dois receberam tinha o nome de “Squidward’s Suicide”, ou “Suicídio do Lula Molusco”. Mas o que começava como um episódio normal logo ficou estranho, com imagens e sons distorcidos e o personagem se comportando de forma bem peculiar. Fotos de crianças apareciam, e tudo terminava com um Lula Molusco em preto e branco, com apenas os olhos vermelhos – e essa é a única imagem que se salvou do episódio, que teria “se perdido com o tempo”.

Mickey suicida
Conheça as histórias mais assustadoras da internet
Também arruinando infâncias, a lenda fala de um episódio perdido do Mickey Mouse, datado da década de 30 e postado no YouTube como “suicidademouse.avi”. O desenho só mostrava o rato caminhando, cabisbaixo, e tinha cerca de nove minutos – mas por muito tempo, pensou-se que o episódio tinha apenas três. Isso porque, passado esse período, a tela simplesmente escurecia, e a imagem só voltava a aparecer no sexto minuto. E aí começava o terror.
De forma parecida com a história do Lula Molusco, tudo ficava distorcido, com um grito bizarro como “trilha sonora”. Segundo o conto, a situação ficou tão aterrorizante que o historiador que estava assistindo ao episódio na ocasião teve que sair da sala e pedir para um funcionário terminar de ver e fazer as anotações para documentar o conteúdo. O rapaz conseguiu finalizar – mas, segundo o relato, saiu pálido da sala, murmurou algumas palavras e se matou. Ninguém nunca mais teria conseguido assistir ao capítulo perdido, e tudo que se tem hoje é uma versão incompleta no YouTube – falsa, obviamente.

A morte de Bart
Conheça as histórias mais assustadoras da internet
Mais um episódio perdido de outro popular desenho animado, a história da morte de Bart Simpson consegue ser ainda mais macabra que a do Mickey. O capítulo teria sido entregue pelo próprio Matt Groening ao autor do conto, que, segundo o KYM, teria ficado imediatamente nervoso apenas por mencionar o “misterioso episódio”.
Na trama, segundo a lenda, o filho dos Simpsons teria simplesmente se jogado de um avião, e sua morte teria deixado toda a família entristecida durante toda a primeira parte. Na segunda, Lisa e Marge apareceriam chorando, conforme a qualidade da arte decaía e o realismo do choro aumentava. Até que, no terceiro ato, as duas e Homer visitavam um cemitério em uma Springfield abandonada – e com as bizarrices atingindo seu auge. Dá para ver esse trecho final (uma montagem feita provavelmente pelo autor da lenda) no YouTube.

Polybius
Conheça as histórias mais assustadoras da internet
De certa forma anterior ao nascimento do conceito de Creepypasta, a história do Polybius foi mencionada originalmente nos idos de 1998, segundo o Know Your Meme. Tratava-se de um game arcade de batalha espacial, todo psicodélico, que apareceu nos subúrbios do Oregon, nos Estados Unidos, em 1981. O jogo provocava ilusões, amnésia e outros distúrbios mentais em quem o experimentava, e seria na verdade uma máquina militar de testes. Agentes vestidos de preto (quase como os Men In Black) visitavam as máquinas ocasionalmente para coletar os dados dos experimentos realizados.
A história ficou tão popular que há referências a ela em um episódio dos Simpsons (verdadeiro, no caso) e até uma foto do arcade no site Arcade Museum, dedicado à história dos videogames do tipo. E por mais as imagens deixem a história verossímil, ela não passa de uma lenda urbana propagada pela internet mesmo.

Sonic.exe
Conheça as histórias mais assustadoras da internet
Voltando ao mundo dos videogames, o tal Sonic.exe seria uma versão de Sonic CD hackeada, modificada ou mesmo feita por alguém de dentro da Sega. O game amaldiçoado e, aparentemente, demoníaco trazia uma tela de abertura modificada, com um Sonic de olhos negros (como o céu ao fundo) e sangrando, além de um mar vermelho. Segundo o conto, o jogo teria sido enviado por um menino chamado Kyle ao colega Tom, acompanhado de uma carta renegando o CD e dizendo que ele não conseguia mais lidar com aquilo.
O menino “presenteado” teria rodado o game e se deparado com três arquivos de Save no menu principal (aquele macabro já descrito). Abri-los levava o jogador a uma fase de “esconde-esconde”, na qual o garoto tinha que ajudar os personagens a fugir do Sonic demoníaco. A experiência acaba sempre em frustração, o que fez com que Tom deixasse o jogo de lado – mesmo com o jogo ainda tentando puxá-lo para dentro do mundo “virtual”. Não se sabe que fim o rapaz leva na história, e mesmo o jogo é dado como desaparecido.

6 das histórias mais assustadoras da internet










Fonte: INFO Fotos: Divulgação

0 Response to "Histórias assustadoras que vão te dar medo de dormir sozinho"

Postar um comentário

Produtos em destaque no site

Promoções imperdíveis!