Pesquisar

16/12/2015

Justiça determinou que WhatsApp seja tirado do ar

A decisão prevê multa às operadoras caso elas não cumpram a decisão de suspensão. O autor da ação não foi revelado


A Justiça de São Paulo determinou que o WhatsApp seja tirado do ar. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo. A decisão passa a valer a partir de 0h desta quinta-feira, dia 17 de dezembro, e deve durar 48 horas.
O SindiTelebrasil (Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal) informou ao jornal que a determinação judicial será cumprida.
A decisão prevê multa às operadoras caso elas não cumpram a decisão de suspensão. O autor da ação não foi revelado.

O presidente da Vivo, Amos Genish, já chamou o WhatsApp de "operadora pirataria". O app se encaixa na categoria de serviço OTT, que funcionam sobre números de operadoras. As empresas precisam pagar taxas à Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), enquanto companhias como o WhatsApp não pagam. A Vivo chegou até mesmo a lançar um aplicativo próprio de mensagens via internet chamado Tu Go.






Fonte: Exame  Fotos: Divulgação

Novidades

Produtos em destaque no site

Veja nossas sugestões de produtos