Pesquisar

04/01/2016

Google testa novo modo de fazer login


A ideia é apostar na popularização dos smartphones, que se tornam, aos poucos, praticamente parte integral do corpo humano. Quanto mais pessoas tem smartphones, mais o método de autenticação se torna viável.


O Google começou a experimentar a possibilidade de que pessoas consigam usar seus serviços sem a necessidade de uma senha. Alguns usuários estão sendo convidados a testar um novo método de autenticação, que exibe uma notificação no celular em vez de pedir a digitação de uma palavra-chave.
Neste novo método, você só precisa fornecer seu endereço de e-mail.



Depois disso, seu celular receberá uma notificação perguntando se você está tentando fazer o login em outro dispositivo. Se você confirmar, o login é concluído.
A ideia é apostar na popularização dos smartphones, que se tornam, aos poucos, praticamente parte integral do corpo humano. Quanto mais pessoas tem smartphones, mais o método de autenticação se torna viável.

O motivo para a mudança é que a indústria de tecnologia chegou a um consenso nos últimos anos: senhas não são mais seguras. Portanto, as empresas estão criando novas formas de autenticação que não envolva uma palavra-chave confusa e difícil de lembrar. Normalmente, a autenticação em duas etapas é o caminho escolhido, com mais uma fase de autorização, que inclui, em geral, a geração de um código enviado por celular ou exibido por um token. Este segundo caso é muito comum em bancos.

“Convidamos um grupo pequeno de pessoas para testar o novo modo de fazer login na conta do Google sem senha. ‘Pizza’, ‘password’ e ‘123456’ – seus dias estão contados”, diz o comunicado do Google. Os usuários convidados ganham acesso a um grupo e recebem um email que explica como funciona o processo. No entanto, as pessoas ainda podem continuar digitando suas senhas se elas assim preferirem. Além disso, o Google diz que pode continuar usando a senha como segundo fator de autenticação, em caso de alguma atividade incomum for percebida. Também é importante manter sua senha caso seu celular seja perdido, roubado ou pare de funcionar.



Fonte: olhardigital  techcrunch  Fotos: Divulgação

Novidades

Produtos em destaque no site

Veja nossas sugestões de produtos